10/11/2015

SAI PRA LÁ.


Hoje o post vai ser dedicado a adolescente que abriu mão da viagem de formatura para criar um app antiassédio. Isso mesmo! Um aplicativo antiassédio. Vem conferir! 

Catharina Doria de 17 anos sofreu um assédio na rua e pensou "e se eu criasse um aplicativo para mapear o assédio?", foi a pergunta que passou por sua cabeça.
A jovem teve a reação que a maioria das garotas tem: o silêncio. 
Ela conta que pensou em responder, ela quis responder, mas ao mesmo tempo ficou com medo do que aquele cara poderia fazer com ela. Com isso, continuou andando sem falar nada. 
Depois de passar o dia inteiro pensando no que tinha acontecido, surgiu a ideia.


A vontade de promover uma mudança era muito grande que a jovem foi atrás de todos os recursos, conversas com designers e programadores para ter noção de como seria o aplicativo.
Mas, para realizar o aplicativo, ela precisava de dinheiro, e de bastante. 
Depois de passar dois longos meses elaborando a ideia, os amigos do colégio começaram a falar sobre a viagem de formatura à Cancun. Foi neste momento que Catharina pensou em pedir para sua mãe o dinheiro da viagem para ser usado em seu aplicativo. 

A jovem contou que todo esse processo foi em segredo. Ela preferiu guardar o segredo só para ela durante esses quatro meses, para não dar nada errado. Quando estava faltando apenas um mês para o lançamento do app, ela decidiu contar para a melhor amiga. O restante dos amigos ela deixou para quando fosse lançado.


E assim surgiu o Sai Pra Lá, um aplicativo que mapeia o assédio sonoro, verbal e o físico. O lançamento oficial foi no dia 3/11 e, até agora, já teve mais de 30 mil downloads, foram cinco mil assédios registrados e 25 mil likes na página do Facebook.
Catharina não imaginava a repercussão que teria. Ela conta que quando conseguiu 100 likes no facebook, saiu para comer batata com a irmã e comemorar o sucesso.

"Eu quero que o aplicativo ajude as garotas a não ficarem mais em silêncio"
A jovem também lançou uma campanha de financiamento coletivo na internet para conseguir aprimorar o aplicativo e criar um serviço que suporte todos os acessos que o Sai Pra Lá vem tendo.

Eu amei a iniciativa da Ca, e já baixei o app.
E você, o que achou da atitude da Catharina? Já está baixando o aplicativo? Já sofreu algum assédio? Me conta, eu quero saber! 

7 comentários:

  1. Quando eu vi a noticia sobre esse app, eu fiquei super feliz.
    É um app super interessante e necessário. Só nos mulheres sabemos o quando somos assediadas... E achei o máximo o app dela sair justo no ano em que a redação do enem foi sobre a violencia contra mulher!
    Beijos

    http://apequenaka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também achei o máximo. Sim, isso acontece o tempo todo. O app vai ajudar bastante! Beijos. <3

      Excluir
  2. Tenho vontade de ir beijar essa menina e trazer ela aqui para casa.
    Apenas.

    Abraços de luz
    www.cappuccinoebobagens.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas <3 Ela foi maravilhosa em ter essa idéia! Beijos! :D

      Excluir
  3. Onde essa menina mora? Me fala porque eu tenho que ir lá levar um bolo pra ela! Que pessoa maravilhosa! É uma coisa tão necessária que você fica se perguntando porque isso ainda não tinha sido lançado antes, nossa muito obrigada por divulgar isso, eu to muito feliz kkk com certeza vou baixar, aliás, já estou baixando!
    Devaneios Adocicados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quase certeza que mora no Rio <3 Pessoa mais maravilhosa, né? Verdade!! Temos que nos juntar contra esses assédios. Acho tão desnecessário. Também já baixei! Beijos <3

      Excluir
  4. nossa !
    que menina inteligente !
    amei seu blog, são noticias que realmente são relevantes ! to seguindo já!
    Cintia Brum

    ResponderExcluir