02/01/2016

Eles não são de brinquedo


As crianças são presenteadas com animais de estimação e isso não é uma boa ideia.

A cena de um bichinho todo enfeitado com um laço de fita e dentro de uma caixa linda para ser presenteado no Natal é sempre muito emocionante, mas é melhor reconsiderar a ideia.
Ter um animal de estimação exige vários cuidados e deve ser uma escolha consciente do futuro dono.

A criança deve saber da responsabilidade que ela vai enfrentar. É necessário deixar claro que ele é um ser vivo, que apesar de ter recebido como se fosse um brinquedo, ele não é.

Os cães e os gatos vivem, em média, até os 15 anos. Por isso eles não podem ser abandonados.  Essa fase é a que eles vão precisar de mais amor e carinho.

O período de férias é justamente a época do abandono.
As família optam por ter um bichinho sem pensar nas consequências, e quando chega as férias querem viajar e não sabem onde deixar ou não tem o dinheiro para colocar em um hotel para bichinhos.

Eu vejo várias ONGs que quando fazem a feira de adoção selecionam as pessoas, e muitas vezes tem entrevista para conhecer o novo dono. Eles não podem correr o risco de deixar uma pessoa adotar o animal e depois de dois anos a pessoa jogar na rua.

Antes de adotar é necessário também verificar se cabe um cachorro ou um gato no espaço da sua casa. Não dá para querer tem um labrador em um apartamento. As decisões precisão ser tomadas com muita cautela para não ter um arrependimento futuro.

Quando eu era mais nova, uma amiguinha da minha sala fez um sorteio no final do ano. Ela queria deixar alguém feliz e presentear com um filhote. Eu ganhei o sorteio e fiquei super feliz, mas minha mãe não me deixou ficar com o filhote de Cocker Spaniel. Na época estávamos morando em um apartamento e não tinha espaço para um cachorro que não ficaria tão pequeno. Também tinha o problema de já ter outro cachorro, e por isso minha mãe deu a cachorrinha para uma amiga.

Hoje eu tenho a Belinha. Ela não foi um presente. Ela me escolheu!

8 comentários:

  1. é muito lindo ter animais de estimação e quando ganhamos fica ainda melhor, eu ganhei um cachorro da raça samoieda e sou apaixonada por ele.

    http://garotadelicada20.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são nossos companheiros para todas as horas <3
      Essa raça é muito linda! Eu imagino o quanto está apaixonada por ele! :D
      Beijos.

      Excluir
  2. Eu sempre digo para as pessoas que tenho um zoológico em casa (5 gatos, 3 cães, 1 tartaruga e 1 calopsita), porém, todos os animais que acolhemos em casa foi com plena consciência de que teríamos uma responsabilidade para com ele (vacinas, doenças, ração, etc). Cada animalzinho que temos é um bebê para nós, porque é exatamente isso que implica, animais devem ser vistos como bebês, não bichinhos de pelúcia, porque o bebê você não pode guardar no guarda roupa quando ele não for conveniente para você.
    Adorei o texto ♥
    Devaneios Adocicados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei o seu comentário. Você disse tudo! Eu gostaria de ter "um zoológico" em casa, mas moro em apartamento. :(
      Ainda tenho o sonho de morar em uma casa bem grande e lotada de animais que precisam de amor e carinho! <3
      Beijos e obrigada.

      Excluir
  3. Verdade, essa é a hora em que abandonam os animais para curtir as ferias. Brinquedos podem ficar em casa, sozinhos por mais de um mês, animais não.
    Adorei seu post, levando consciencia a mais pessoas. Adorei de verdade.
    Um beijo enorme!!
    www.oxentecoisinha.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Gisele.
      É necessário fazer as pessoas perceberem as responsabilidades de ter um animal de estimação! <3
      Beijo.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    Sensacional o seu post, como eu tenho 2 cadelas em casa e 2 cachorros (um total de 4 amores da minha vida) eu entendo totalmente o que foi exposto nesse post, as vezes as pessoas decidem ter animal de estimação muito na euforia sabe, compram achando que é só colocar água e comida e pronto, pura ilusão. As pessoas esquecem que estão lidando com vidas e não com bichinhos de pelúcia, vidas tem problemas, adoecem, precisam de atenção, de amor, e o mais básico de tudo: fazem cocô e xixi. Falo isso porque vejo muita gente que abandona os bichinhos e usa como motivo o fato do cachorro/gato ou seja qual for fazer as suas necessidades, enfim, um absurdo!
    Acho que deu para perceber que adorei o assunto abordado e me empolguei um pouquinho, hahaha.
    Já estou seguindo e AMANDO o blog <3
    Beijos.
    Tenho um blog sobre filmes, series e cultura no geral. Se puder dar uma conferida eu ficarei grata: http://cineleva.blogspot.com/ :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei o seu comentário. É exatamente isso! Eles não são bichinhos de pelúcia, e é isso que muitas pessoas não entendem. Só quem tem entende, não é mesmo? Eles são companheiros para todas as horas!
      Eu poderia passar um dia inteiro falando sobre este assunto.
      Muito obrigada, Willma. Seja muito bem vinda. <3
      Beijos.

      Excluir