08/11/2017

O BUDISMO


Konbanwa, minna-san! Ogenki desu ka? ٩( ᐛ )و
AAAAAA quem se lembra desse bordão que eu usava no ano passado? Ai que saudade de usar! HAHA 
E não, não estou voltando (eu acho), mas é que o assunto pediu que eu começasse assim. 

Hoje eu vim falar sobre o Budismo. Não é de hoje que me interesso sobre, e achei importante falar sobre ele antes de postar sobre a minha visita ao Templo Zu Lai. 
Então vamos lá! 

O que é o Budismo?

O Budismo é uma religião e filosofia oriental fundada por Sidarta Gautama, o Buda.
A filosofia budista é guiada pelos ensinamentos de Buda e, acredita-se que o caminho para a libertação está na consciência que pode ser alcançada por práticas e crenças espirituais como, por exemplo, a meditação e o yoga.

É uma das maiores religiões do mundo. Tendo milhares de praticantes com o foco não sendo apenas no oriente. 
Em sua forma clássica, o budismo não é teísta (não possuí um Deus).
O Buda não se acreditava uma divindade que devesse ser adorada e sim, um guia espiritual com seguidores de suas crenças e práticas.

Acreditam que a consciência física e espiritual leva à iluminação e elevação, chamado Nirvana.
Ele é o plano mais alto de consciência onde o ser está livre da dor do mundo físico. 

No Budismo também se acredita que todos os seres possuem encarnações e reencarnações, inclusive os animais e plantas. Por isso, cada indivíduo deve ser bom a todos os seres, já que em outra vida pode experimentar vivenciar naquela forma.
Isso é chamado de Samsara.

A Doutrina Budista é dividida em grandes ramos (The Ravada, a escola budista mais antiga, e Mahayama, que faz parte do Budismo Tibetano, o zen, entre outras linhas.

As Três Joias, Três Tesouros, Três Refúgios ou Gema Tripla, são as bases das tradições e práticas budistas. Sendo elas o Buda (O Iluminado), o Dharma (a lei suprema ou doutrina pregada por Buda) e o Sangha (o grupo formados pelos discípulos do Budismo).
Está base dá as forças necessárias para aceitar aquilo que não pode ser mudado, encontra energia para agir naquilo que pode ser consciente e o discernimento de uma coisa ou outra.


Origem do Budismo

Fundado por Sidarta Gautama, o Buda, no século VI antes de Cristo.
Sidarta Gautama era um jovem da realeza local que abriu mão de toda a riqueza e da vida mundana para viver com os monges e buscar a iluminação.
Logo depois de encontrar o caminho, ele passou a proferir sua palavra para os outros monges que viraram seus discípulos. 

Entre os primeiros ensinamentos do Buda estão as "quatro verdade nobres" que têm como objetivo libertar o ser humano da dor: 

1. A verdade é que o viver é sofrer. (Dukha)
2. O sofrimento tem a sua origem nos desejos do ser humano. (Tanha)
3. É possível eliminar o sofrimento se forem eliminados os apegos e desejos;
4. Para eliminar o sofrimento é preciso seguir o Nobre Caminho Óctuplo (ou Oito Vias Nobres).

Símbolos do Budismo

A Flor de Lótus é um dos símbolos do Budismo, ela significa a pureza espiritual e é associada ao aparecimento de Buda. Conta a lenda que desabrocharam flores de lótus atrás de cada um dos primeiros passos do pequeno Buda.

Outro símbolo comum do Budismo no Brasil é a imagem do Buda gordo, em cima de moedas para indicar prosperidade. Esta imagem não corresponde à figura de Sidarta, que não era gordo. Não existe uma única versão para a origem desta imagem, mas acredita-se que tenha sido um dos monges discípulos de Buda, que acabou por ter sua figura associada.

Fonte: significados 

                                                                       Gostaram?

                                                                         Beijos
                                                     Instagram | Facebook | Snapchat

Nenhum comentário:

Postar um comentário