10/12/2017

AMOR DE FILME


Ela sonha em ter um amor de filme.

Sabe aquele tipo de amor que não cobra nada, apenas acrescenta? Que você não precisa ser sol todos os dias, mas que também pode ser tempestade? Que não precisa esperar um determinado tempo e acabar se decepcionando, que possa surpreender todos os dias...
Será que um amor de filme ainda existiria neste caos?
Ela queria flores sem datas comemorativas, abraços não cobrados e amor recíproco.
Um amor que tire o fôlego sem muito esforço, que faça toda rotina se tornar um sonho.

Será que ela ainda pode acreditar no amor? 

O amor só bateu uma vez em sua porta. Foi rápido demais para que ela pudesse entender o que estava acontecendo e sentindo.
Chegou sorrateiro e avassalador, arrancou um pedaço do coração e se mandou.
Não precisou de muito para conquistar, porém não fez muita questão de ficar. Deixou tudo em um caos completo e uma intensa dor. 

Ah o amor, feliz aquele que o viveu e o fez ser duradouro. 

Ela já está tão desacreditada que não se acha capaz de ser merecedora de tamanho sentimento. Amores de filmes não são parecidos com os amores reais, mas ela segue ainda com a esperança de  ter um amor assim.

                                                                              
                                                     Instagram | Facebook | Snapchat

Nenhum comentário:

Postar um comentário